Tanatopraxia

Tanatopraxia

A Funerária Planalto tem em seu quadro tanatopraxistas, com formação na Faculdade de ciências Médicas de Minas Gerais e conta com a supervisão de um Médico responsável.

A empresa conta com um moderno Laboratório de somatoconservação para a  preparação  dentro das normas de segurança da ANVISA.

 

 

 

 

Oque é Tanatopraxia? 

 

 

 

            A tanatopraxia se constitui, hoje, na mais moderna técnica de conservação de corpos, utilizada em quase todos os países do mundo. É importante entender, no entanto, que a tanatopraxia não é necropsia e não implica na retirada de órgãos do cadáver.

 

            A tanatopraxia restaura significativamente a aparência da pessoa falecida, oportunizando aos familiares e amigos recordar seu ente querido com um aspecto visual muito próximo do que ele tinha em vida. Isto, psicologicamente, se constitui de um valor incalculável. Quando passamos pelo processo da perda de um familiar, a última aparência é aquela que fica marcada na memória afetiva da família. Assim, a tanatopraxia se constitui num gesto de amor e carinho, pois ameniza as transformações do corpo sem vida, recuperando em muito a aparência natural e contribuindo para o difícil processo de adaptação em face à ausência do ser amado.

 

            Trata-se de uma técnica que, nos últimos anos, revolucionou o setor funerário, consistindo na higienização e conservação de corpos humanos através da injeção de produtos conservantes e bactericidas. Constitui-se, portanto, em uma técnica bem menos agressiva e mais eficaz do que os antigos métodos, como o embalsamamento. Terminado o procedimento, o corpo fica com a aparência serena e corada, muito semelhante à aparência que tinha em vida.

 

            Do ponto de vista sanitário, a tanatopraxia constitui-se numa completa desinfecção e conservação do cadáver, destruindo uma vasta gama de microorganismos que podem produzir uma vasta gama de doenças. Quando uma pessoa vai a óbito, muitos agentes patogênicos morrem de forma imediata, porém, outros tantos sobrevivem por grande período de tempo nos tecidos, podendo contaminar outros seres pelo contato. Existe, também, a possibilidade de vírus serem transmitidos a terceiros.

 

            Com a aplicação da tanatopraxia, além de poder-se garantir o transporte do cadáver dentro das normas internacionais, assegurar aos familiares uma apropriada apresentação do corpo garantindo, com segurança, o cerimonial velatório por períodos prolongados sem risco de vazamentos e mau cheiro decorrentes da natural decomposição. Assim, familiares que residem a grandes distâncias podem deslocar-se para participar dos atos fúnebres.

 

            Além dos motivos anteriormente expostos, o processo da tanatopraxia ainda constitui-se em uma ação para a proteção do meio ambiente, uma vez que os restos mortais sepultados acabam infiltrando na terra e os vírus e bactérias neles existentes, podem contaminar o meio ambiente.

 

Obs: 

 

O procedimento de tanatopraxia é oferecido pela Funerária Planalto aos familiares sempre que um óbito é atendido. No entanto, tal procedimento somente será realizado, quando as condições legais permitirem e com a autorização expressa da família.

 

História do Embalsamamento

Ao longo da história do tempo, o homem tem procurado novas maneiras de melhorar como preservamos nossos mortos. Os maiores avanços encontram-se no rescaldo da Guerra Civil. As famílias estavam desesperadas para reter os corpos dos soldados mortos para um enterro de cidade natal. Que é quando o pioneiro cirurgião-químico, Dr. Thomas Holmes, inovações introduzidas no embalsamamento arterial. Desde então, tornaram-se bastante sofisticadas as técnicas de embalsamamento.

Contato

0800 642 2299 (ligue grátis) *(55)3322-2299 (funerária) *(55)3324-5376 (Assistencial) *(55)3322-4181 (Floricultura)